segunda-feira, abril 23, 2007

Pargo com duplo recheio


Um dias destes comprei um pargo para rechear. As receitas que encontrei nenhuma me agradou. E, como a minha imaginação na cozinha está a ficar muito fértil (não sou nada convencida) inventei um recheio.

Recheio de camarão, bacon e broa de milho. Como não queria que a Matilde comesse camarão fiz um recheio de fiambre de perú, cogumelos e broa de milho para ela.
Eu recheei com 2 recheios diferentes mas é claro que fica melhor usar cada um separadamente.
Ingredientes:
1 pargo aberto para rechear;
1 cebola;
1/2 pimento vermelho;
1/2 pimento verde;
Recheio:
1 cebola;
1 dente de alho;
1/4 pimento vermelho;
1/4 pimento verde;
1 folha de louro;
1 fatia grossa de bacon;
1/2 fatia grossa da fiambre de perú;
2 cogumelos;
1 molho de salsa;
50g de miolo de camarão;
2 fatias de broa de milho;
azeite e sal q.b.
Caldo de peixe, q.b.
Preparação:
Tempere o peixee reserve.
Numa travessa disponha os pimentos, a cebola e o tomate à rodelas.
Recheio:
Refogue, em azeite, a cebola e o alho picado juntamente com a folha de louro.
Adicione os pimentos cortados em cubos e deixe refogar mais um pouco.
Distribua o refogado por 2 frigideiras. Numa delas junte o bacon cortado aos cubos e o miolo de camarão. Na outra junte o fiambre também cortado aos cubos e os cogumelos picadinhos. Deixe refogar e junte salsa picada aos dois refogados.
Retire do lume e junte o miolo de uma fatia de broa a cada refogado.
Distribua um recheio pela metade do peixe e o outro pela outra metade.
Ate o peixe com fio de cozinha, coloque na travessa por cima dos legumes e à sua volta disponha batatas novas.Deite um pouco de sale m cima das batatas. Regue com azeite e um pouco de caldo de peixe (ou, se preferir, vinho branco).
Leve ao forno a 220ºC.
P.S. Não percebo porque é que fica tudo pegado apesar de eu "dar enter".

6 comentários:

Elvira disse...

Bem, a Paula é uma fada da cozinha! Que talento!

Eliana Scaramal disse...

Que bonito! Eu estou a procura de broa aqui em São Paulo.

winnie disse...

Normalmente faço aqule peixe no forno tradicional.
Nunca me atrevi a rechear.

Cláudia disse...

Deve ter ficado delicioso. Assim como você, não entendo porque as linhas ficam juntas mesmo quando damos Enter. Um beijo.

Natércia disse...

Paula esse pargo faz crescer água na boca, deve ser uma delicia...um beijinho.Fiel ao Tacho.

olharbiju disse...

Ora!!!!!! Tenho a dizer que É Proibido visitar este blog.Estas coisas a que chamamos comida e desta forma toda elaborada,não deviam ser permitidas!!! E porquê??? Porque EU não sei fazer...
Bem,vou para um canto chorar as minhas vergonhas, de ser tão má cozinheira.
Os meus parabéns, por tanta coisa boa.
bjnho
olharbiju